Category: Lifestyle

O inchaço da barriga, além de inestético pode ser muito incómodo e doloroso!
Na sua causa podem estar vários factores:

  • trânsito intestinal pouco eficaz
  • ingestão exagerada de fibras
  • pouca ingestão de água
  • má postura
  • pouco tónus muscular
  • stress
  • algum tipo de intolerância ou sensibilidade alimentar
  • hábitos alimentares

Fique atento aos seus hábitos e estilo de vida.

Deixo-lhe aqui 7 dicas que podem ajudar a reduzir o inchaço abdominal e a melhorar o seu estilo de vida:

  • BEBA ÁGUA! É um dos melhores promotores do trânsito abdominal e, portanto, é um bom aliado;
  • REDUZA O SEU STRESS! O stress promove a inflamação das paredes intestinais e o seu inchaço, tornando o intestino menos eficaz, com maior produção de gases e consequentemente um maior incómodo abdominal;
  • OBSERVE A SUA INGESTÃO DE FIBRAS! O vegetais e farelos são excelentes fontes de fibras que promovem a melhoria do funcionamento intestinal. No entanto, se consumidas em excesso podem provocar um aumento dos gases no intestino;
  • ALIMENTOS COM GLÚTEN (por exemplo pão, tostas, bolachas) podem promover um aumento do perímetro abdominal, mesmo em pessoas que não são intolerantes.
  • A LACTOSE também pode provocar desconforto abdominal;
  • CRIE HÁBITOS DE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL!
  • PRATIQUE EXERCÍCIO FÍSICO de forma regular! O exercício físico promove um trânsito intestinal regular e ajuda a tonificar os músculos da região abdominal. Além disso ajuda a relaxar e a combater o stress.

 

#LetsBePrettyFit #MafaldaAntunesPersonalTraining

No meu aniversário trouxe o bolo de chocolate mais saudável que conheço para partilhar com as minhas alunas.

 (mais…)

A obstipação e distensão abdominal são queixas cada vez mais comuns e os probióticos desempenham um papel determinante no alívio desses sintomas.

Mas o que são afinal os probióticos? Não são mais do que organismos vivos (bactérias) que exercem efeito benéfico e melhoram a flora intestinal, facilitando a digestão e absorção de nutrientes. Estas bactérias “boas”, aumentam a digestabilidade da lactose, melhoram o funcionamento intestinal e fortalecem o sistema imunitário.

Os probióticos podem ser encontrados em alimentos fermentados (kefir), adicionados aos alimentos ou através de suplementação alimentar. Como exemplos tem o lactobacillus acidophillus, L. casei e L. bifidum.

Deixamos-lhe duas sugestões para adicionar os probióticos de forma simples e deliciosa aos seus pequenos-almoços:

Aveia com batido de morango

Ingredientes: 6 morangos, 6 colheres de sopa de flocos de aveia, 1 iogurte natural sólido rico em bífidus.

Preparação: Lave muito bem os morangos e corte-os em quartos. Adicione os morangos ao iogurte e triture até obter um batido. Coloque numa taça juntamente com os flocos de aveia e deixe repousar 5 minutos (até a aveia amolecer).

Flocos de centeio com framboesas

Ingredientes: 1 mão cheia de framboesas, 4 colheres de sopa de flocos de centeio, 1 colher de sopa de amêndoa triturada, 1 iogurte natural líquido rico em bífidus

Preparação: Lave muito bem as framboesas e corte-as ao meio. Coloque numa taça o iogurte líquido, a amêndoa e os flocos de centeio e adicione as framboesas.

#letsbeprettyfit #prettyfitnutrição

Sempre me ouviram falar sobre o meu chá de gengibre!

 (mais…)

Coma sem culpas: não há razão para abandonar pratos saborosos. Existem muitos pratos saborosos, coloridos, e acima de tudo, saudáveis! Basta ser criativo na cozinha e aproveitar o tempo livre não só para passear e apanhar sol, como também para se envolver mais na cozinha e partilhar refeições saudáveis em família. Nesta altura sabem bem os grelhados, o peixe de mar, saladas e frutas da época! Tem imensas opções saborosas à disposição!

Beba mais água!

Prepare mais saladas e menos sandes. Inclua uma maior variedade de vegetais na sua salada (crus ou cozinhados) para ter uma refeição leve e rica nos sais minerais que perdemos com mais abundância nesta altura. Veja sugestões mais sugestões no meu blog. Se optar por comer pão introduza alface, tomate ou rúcula e prefira pão escuro.

Nos restaurantes diga não às entradas perigosas como o pão, manteiga e patês. Opte pelas azeitonas, tremoços ou salada de polvo/ovas.

Atenção aos temperos: o azeite é uma gordura saudável, mas deve ser usada com moderação. Evite a maionese, pois tem um elevado teor de gordura e colesterol e propensão para se deteriorar no calor.

Fique longe dos refrigerantes: opte por chás frios, limonadas caseiras, água de côco, águas aromatizadas ou sumos 100% de fruta. Se estiver em casa faça um sumo com fruta e vegetais. Use as sementes para criar uma textura crocante. São uma fonte de fibra que fará com que a absorção do açúcar da fruta seja mais lenta.

Cerveja sim, mas com limites: uma imperial (200ml) tem apenas 58kcal, tem vitaminas e minerais, não tem gordura, nem açúcar e contém 8g de álcool. Deve ser ingerido com moderação…

Faça exercício sem sacrifícios: de férias, descanso é a palavra de ordem, mas isso não é razão para ficar parada a torrar ao sol. Alguns exemplos são: uma caminhada/corrida à beira-mar, nadar no mar quando a bandeira estiver verde e com precaução, experimentar novas atividades como o surf ou bodyboard, passeios de bicicleta, jogos de praia como o voleibol ou raquetes, passeios de patins, paddle entre muitas outras.

Boas férias!

Mafalda Antunes

A flexibilidade da coluna vertebral é sinónimo de saúde! (mais…)